Barragens no Brasil

Parte 2: Há dezenas de barragens em risco no país, a maioria em MG, AM e PA

Por Volt Data Lab | Novembro/2015

Barragens recebem classificação de A até E pela relação entre combinação de risco de rompimento e dano potencial associado. Isso significa que uma barragem com baixo risco e baixo dano associado recebe a nota E, enquanto que uma com alto risco e alto dano recebe A. Acesse a tabela aqui.

O Volt encontrou algumas incorreções nas coordenadas geográficas indicadas na tabela oficial do DNPM. Geralmente isso ocorre por causa de alguma configuração para números do programa de formatação de tabelas, como Excel. Por isso, algumas coordenadas foram alteradas pelo Volt para um lugar aproximado dentro do mesmo município. Caso veja alguma inconsistência, como uma barragem cuja legenda diz um Estado mas o marcador está em outro, entre em contrato pelo info[@]voltdata.info

Há no Brasil um total de 598 barragens de mineração, sendo 29 delas classificadas com alta categoria de risco - 18 com alto dano potencial associado, mostra um levantamento do Volt Data Lab em parceria com o Aos Fatos a partir da dados do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), do Ministério de Minas e Energia, de 2014.

Dessas 29 barragens de alto risco, três não fazem parte da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), estabelecida pela lei Nº 12.334 de 2010 para garantir a segurança, monitoramento e cultura de conformidade com regras para essas estruturas.

Entre as barragens com risco considerado médio - 78 no total - a maioria não está inserida no PNSB (66). E, das de baixo risco (469), como as barragens da mineradora Samarco (joint-venture entre Vale e BHP), 150 não fazem parte da política.

Barragens nos Estados

UFAM AP BA ES GO MA MG MS MT PA PE PI PR RJ RO RS SC SE SP TO
Com PNSB13 3 9 1 10 1 205 17 21 56 0 0 3 1 6 0 4 2 21 3
Sem PNSB1 6 12 0 8 0 93 2 23 12 1 1 1 0 16 4 6 2 28 6

Todas as barragens de alto (171 barragens) ou médio (101 barragens) dano potencial associado estão no PNSB. Entre as de baixo dano associado (316), 218 não estão no PNSB.

Quase a metade de todas as 598 barragens listadas pelo DNPM fica no Estado de Minas Gerais (284 barragens).

Concentração de barragens no Brasil


mapa brasil

Fonte: Levantamento do Volt com dados do Departamento Nacional de Produção Mineral/MME

As barragens recebem uma classificação de A até E pela combinação do risco e do dano potencial associado. Uma barragem com baixo risco e baixo dano associado recebe a nota E, enquanto uma com alto risco e alto dano recebe A.

São 18 barragens com nota A, 8 com nota B, 161 com nota C, 153 com nota D e 244 com nota D.

As barragens da mineradora Samarco em Mariana, todas inclusive a da Santarém e do Fundão, tinham a classificação de risco baixa, mas com alto dano potencial associado a seu rompimento.

Todas as barragens da Samarco possuem nota C (baixo risco e alto dano associado).

A mineradora Vale, acionista da Samarco, possui pelo menos 10 barragens no município de Mariana não incluídas no PNSB, segundo os dados levantados.

Segundo o DNPM, Mariana tem 20 barragens, sendo 15 ligadas à Vale S.A, quatro à Samarco Mineração S.A. e uma à Quartzito do Brasil Ltda. A pior nota das barragens é C, sendo a maioria E e uma D.

Você pode acessar os dados de barragens tabelados (.csv) pelo Volt a partir das informações do repositório do Departamento Nacional de Produção Mineral.

A tabela em PDF com os dados brutos disponibilizada pelo DNPM está neste link ou pode ser baixada diretamente na página do DNPM - referência deste link é novembro de 2015.

Barragens no Brasil é um projeto do Volt Data Lab para mapear as barragens brasileiras e divulgar informações sobre elas. Esta é a segunda parte desse projeto. Veja a primeira parte aqui.

Na mídia

Legislação e referências

Os códigos utilizados neste projeto estão disponíveis para download aqui, na página do Volt Data Lab no GitHub.

Para entrar em contato, envie um e-mail para a gente:     info [a] voltdata.info

Feito por Volt Data Lab em novembro de 2015.